Ômega-3 e coenzima Q10: união efetiva na função cardiovascular!

Segundo o relatório da OPAS (2017), as doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de morte no mundo. Estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global. O mais alarmante é que a maioria dessas mortes poderiam ser evitadas a partir da mudança de hábitos de vida, como padrões alimentares inadequados, sedentarismo, uso excessivo de álcool e tabagismo.

As principais DCV são as doenças coronarianas, hipertensão arterial, acidente vascular cerebral, entre outras. A maior parte delas têm como etiologia a aterosclerose, um processo inflamatório, que irá levar a um excesso de fibrose na íntima da artéria, formação de placas de gordura, proliferação de células musculares lisas e migração de células inflamatórias e plaquetas, em resposta à inflamação (e, consequentemente, gerando mais inflamação), além da presença das partículas pequenas de LDL-c oxidadas, promovendo estresse oxidativo.

Assim, estratégias anti-inflamatórias e antioxidantes podem contribuir para reduzir o principal processo desencadeador das DCV, com o uso de suplementos  aliados a mudanças dos padrões alimentares. 

Ômega-3, sempre aliado do coração!

A ação cardioprotetora do ômega-3 é amplamente estudada e se dá, segundo A.P. Jain, K.K. Aggarwal, P.Y. Zhang (2015), principalmente pelos seguintes mecanismos: efeito antiarrítmico; propriedades antitrombóticas, por inibir a agregação plaquetária; melhora da função endotelial, aumentando a vasodilatação e inibindo a expressão de moléculas de adesão (que estimulam o processo inflamatório) e função anti-inflamatória.

A recomendação de consumo de  EPA+DHA é de no mínimo 500 mg/dia para indivíduos sem nenhum risco cardiovascular e no mínimo 1000 mg/dia para aquelas pessoas com doenças cardiovasculares já diagnosticadas ou com algum fator de risco. Uma vez que o consumo de peixes e outras fontes de ômega-3 não atingem a quantidade mínima recomendada, o uso da suplementação é uma grande aliada para atingir os níveis adequados. 

Outros nutrientes importantes: Coenzima Q10

A coenzima Q10 é um composto essencial para corpo, cuja ação principal é na mitocôndria, estimulando a síntese de energia em forma de ATP. Uma outra função essencial é a de ser um importante antioxidante celular, protegendo a membrana plasmática da peroxidação lipídica.

Zozina ,V.I. et al (2018) mostraram que no coração há uma grande concentração de coenzima Q10, além de citarem as principais ações que a tornam uma substância cardioprotetora:  pela sua ação antioxidante, por ser bioenergética, já que o coração demanda grande geração de energia e também por ser anti-inflamatória.

Para pontuar sua eficácia, Mortensen et al (2014) conduziram um estudo controlado, multicêntrico e randomizado, em que suplementaram 300 mg/dia de coenzima Q10 junto aos medicamentos pertinentes ao quadro em 420 pacientes que sofriam de insuficiência cardíaca crônica. Após 2 anos do tratamento, o resultado foi melhora de sintomas e redução de eventos cardiovasculares.

Ômega 3 + CoQ10 é um lançamento da FDC Vitaminas que fornece 325 mg de EPA e 225 mg DHA, além de 50 mg de coenzima Q10, com certificação de ausência de metais pesados e presença de vitamina E, prevenindo oxidação do óleo. É o aliado ideal para cuidar da saúde do seu coração! CLIQUE AQUI e confira mais informações sobre o produto.
 

REFERÊNCIAS

OPAS, Brasil. Artigo: Doenças cardiovasculares. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5253:doencas-cardiovasculares&Itemid=1096. 2017

JAIN AP, AGGARWAL KK, ZHANG PY. Omega-3 fatty acids and cardiovascular disease. European Review For Medical And Pharmacological Sciences, v.19, p. 441-445, 2015.

ZOZINA, V.I., COVANTEV, S., GOROSHKO, O.A., KRASNYKH, L.M., KUKES, V.G. Coenzyme Q10 in Cardiovascular and Metabolic Diseases: Current State of the Problem. Current Cardiology Reviews, v. 14, n. 3, p. 164-174, 2018.

MORTENSEN, S. A., ROSENFELDT, F., KUMAR, A., DOLLINER, P., FILIPIAK, K. J., PELLA, D. et al. The effect of coenzyme Q10 on morbidity and mortality in chronic heart failure: results from Q-SYMBIO: a randomized double-blind trial. JACC Heart Failure, v.2, n.6, 641–649, 2014.